8 de mar de 2008

A vida é um eterno balé!

Ninguém pode derrubar uma bailarina...
Afinal, se eu cair conto até dez... =)
A vida é assim mesmo, caindo, levantando, voltando, girando, saltando... às vezes cansa, né!?! São tantas as interpéries. É preciso perseverança.!

No final... ah, o grande finale.... SIM, valeu a pena o desafio, os sacrifícios!!!!

Cada espetáculo com seu próprio valor. Para cada ato um ciclo novo...
Assim é a vida!!!

bjkkas,




A Bailarina

Um, dois três e quatro
Dobro a perna e dou um salto
Viro e me viro ao revés
e se eu cair conto até dez

Depois essa lenga-lenga toda recomeça
puxa-vida, ora essa!
vivo na ponta dos pés... =)

Um, dois três e quatro
Dobro a perna e dou um salto
Viro e me viro ao revés
e se eu cair conto até dez

Depois essa lenga-lenga toda recomeça
puxa-vida, ora essa!
vivo na ponta dos pés

Quando sou criança
viro o orgulho da família
giro em meia-ponta
sobre minha sapatilha

Quando sou brinquedo
me dão corda sem parar
se a corda não acaba
eu não paro de dançar.

Sem querer esnobar
sei bem fazer um 'gran de car'
E pra um bom salto acontecer
Me abaixo num 'demi plier'

Sinto de repente
uma sensação de orgulhos
e ao contrário de um mergulho
pulo no ar um 'gran geté'

Quando estou no palco
entre luzes a brilhar
eu me sinto um pássaro
a voar, voar, voar

Toda Bailarina
pela vida vai levar
sua doce sina
de dançar, dançar, dançar
.

Um comentário:

NDORETTO disse...

Verdade, viu, é um eterno ballet..pena que a gente dance uma valsa poucas vezes na vida, enfim! A dor é saudável e necessária.
( pumft!)