5 de jul de 2008



Se eu for ardente, passional e te disser todas as coisas que meu coração sente?
Se eu acreditar que sou seu amor pra sempre?


E se durante o jogo, atirar todos os dados?


...E se ao final do cassino, ainda pudermos bancar outra mesa??!
E assim por diante, enriquecermos de tanta paixão?
Por certo riremos dos que não viveram um amor.

E nem escreveram coisas belas. Registraram apenas as amargas.
E como donos do mundo, acham que sabem tudo,
que separam o joio do trigo,
e te aconselham a ser avarenta com as emoções.
Não te percas em conversas gastas.
– Há vinho na adega para ser curtido.

Depois, bebido.


NDoretto

20junho2008

Um comentário:

NeusaDoretto disse...

Olha aí, cada vez que você posta um texto meu,tenho a sensação de vestir roupa nova no domingo...(para sair ou ser publicada no seu blog!....rsrsr beijo carinhoso, menina,Neusita)