10 de set de 2008

O Urso e a Bailarina






09/12/2007

Essa é a história de um sentimento terno, suave, de uma grande amizade entre um grande urso de pelúcia e uma bailarina de caixinha de música.

Certo dia a bailarina, saltou de sua caixinha e resolveu ser uma pin-up, motoqueira e auto-suficiente!
O urso não resolveu nada porque com seu tamanho e timidez ele só poderia continuar sendo urso.

Todo dia quando a Pin-Up saía barulhenta com sua moto, ele a seguia de patinete, mas não era percebido.
Certo dia, para sua surpresa, ela se encontra com ele e no meio do caminho diz:

- Quando você vai me levar para dar uma volta? Eu nunca andei de patinete! Eu moro numa caixinha de música, mas não sou mais bailarina: sou uma pin-up, motoqueira. Quero andar de patinete, me leva?

O Urso abaixou mais ainda os olhos em direção à pequenina amiga, e não sabia lhe dirigir a palavra: bailarina ou motoqueira? Que esquisito, tão pequena e já era duas coisas. Então ele podia ser mais que uma coisa?... Mais....... Não, ele não queria ser mais nada. Se ficasse maior ou fosse mais um outro urso, não enxergaria as coisinhas pequeninas que gostava tanto: Margaridas e favos de mel.

A Bailarina, irritada com sua lentidão, chamou a sua atenção de lá de baixo:

- Então, vai me levar ou não????????

Achou melhor não responder. A distancia entre a sua altura e o tamanho da pin-up, aumentaria o volume da sua voz, o que poderia atirá-la longe, princípios de física. Preferiu estender-lhe a enorme pata para que subisse por ela e chegasse aos seus ombros E disse:

-Eu posso levá-la nas minhas costas. O patinete é muito grande e seus pezinhos sabem dançar, não andar de patinete... Podem se machucar !

Ela se enfeza com a impressão causada no amigo.

-Pronto, já cheguei às suas costas! Vamos passear, quero sentir que estou voando! Mais depressa, mais depressa!!
Como você é macio, quentinho, uma delícia aqui em cima.......
Urso, Urso, cuidado, cuidado olha o buraaaaaco!....

#pamktpleéééint!!!!

...E ao rolarem na grande queda a bailarina-motoqueira segurou firme no dorso amigo. E vendo seu joelho todo ralado, entre grossas lágrimas disse:

- Puxa como você se machucou! Está doendo muito?

....Esborrachado no chão, sem graça e ainda, ofegante, respondeu:


-Ah, que susto... Estava tão gostoso correr que nem vi o buraco... Olha o patinete!! Soltou a roda.....

- Deixe que eu pego, sou mais rápida que você!

E desceu pela pata afora do urso, alcançou o chão, correu do outro lado do campo, onde as rodas foram parar. De lá, gritou:

- Agora venha com o patinete aqui! Tenho algumas ferramentas na minha bolsinha!

................



O urso levantou e para lá se dirigiu onde passaram a tarde toda conversando, contando histórias enquanto consertavam o patinete.
Mais tarde a Pin-up passou na sua toca e convidou-o para ir ao cinema. Dessa vez, ele foi na garupa.

DEZ/2007


NDoretto
argumento Luya Machado

Respeite a os direitos autorais citando a fonte!
Lembrem-se, pirataria intelectual é crime!

Nenhum comentário: