3 de set de 2008

Sobre amor, corações e cores, anjos e vilãs....






Só houve uma pessoa, um homem, que amei... tanto...
Depois dele não houve mais sintonia, mais coração alado, mais coração ao lado...
(A vida continuou. Outros amores, novas sensações, porém faltou o... tanto...)

Ele até tentou saltar como eu pedia... porém, a distância foi levando-o pra longe.
Engraçado como isso acontece, ele se foi e quanto mais ele ia, mais eu o afastava... foram tantos enganos, que criou um abismo entre nós... hoje não consigo mais reaproxima-lo. Nem todo mundo aprova, e mesmo que aceite, consegue conviver com algumas diferenças. Acho que é isso que acontece, hoje.

Não, eu não o traí e nem ele a mim,
não deixei de dedicar-me a ele. Até hoje... eu sou dele!
mesmo que (ele) não saiba;
mesmo que (ainda) não se julgue merecedor...
mesmo que (ainda) não me julgue capaz...

Só ele, coloco como meu personagem nos planos de futuro.
Só ele se encaixa nos meus sonhos de amor, perfeito ou não.
Só consigo me imaginar ao lado dele, nas juras de fidelidade eterna.

É com ele que quero viajar.
A mão dele que quero segurar enquanto passeio pelo parque.
É ao lado dele que quero esperar na fila do supermercado.
Nos braços dele quero deitar a cabeça enquanto, em silêncio, assisto um DVD nas tardes de domingo.
A ele quero dedicar meu silêncio, tão usual atualmente...
Ao lado dele quero envelhecer!!!

Depois dele, muita coisa mudou...
até meu foco de caçadora... mudou-se a caça. o brilho no olhar. a vontade de conversar. o desejo de compartilhar. o vento. a brisa. a sina. a crença nas pessoas. o nível do otimismo.

Mas por ele
e só por ele.
Eu busco tudo de volta!!!
(mesmo que ele não saiba disso;
mesmo que ainda não se julgue merecedor... )

(encontrado em algum lugar, não me lembro onde... em um universo que não lembro qual.)


_______________________________________________


Todo mundo quer um amor colorido, não colorido no sentido dos anos 70, isso é 'peguete' ou 'ficante', que todo mundo tem enquanto está solteiro; mas, quer um amor com cor... amor alegre... iluminado...

O ser humano precisa da esperança de encontrar esse colorido na vida. Óbvio que existem muitos outros coloridos, graças a Deus, porém hoje vou falar do colorido do amor, de algumas coisas que acontecem no que se refere a ele.


Historinha inocente sobre o amor

Tem coração colorido que chega saltitante, efusivo, todo alegre, fazendo-se notar. É até encantadora, essa exaltação toda. Só que ele se mexe tanto que você não consegue aproximar-se, não consegue compreender, fazer seu julgamento de valor íntimo, entende!?! Do mesmo jeito que ele vem, vai... saltitando, fazendo festa, daquele mesmo jeito que você acabou de vivenciar... seria lindo, divertido, se não fosse um detalhe, quando esse coração vira, ele é preto e branco, assim, tipo guache na chuva, escorreu...

Tem coração colorido, que vem calminho, vai criando ninho, você percebe o que ele quer e deixa ficar, ele é quentinho, agradável... só que tem um dia que você acorda e 'tá com calor... precisa sair, dá um beijo de bom-dia e vai!!! Você e sua tinta guache....

Tem coração que não vem colorido, mas ele brilha... e você reluz... consegue ver e quase sentir, ouvir, suas cores vibrando. É simplesmente... mágica... (Se tem coisa que a experiência dos anos bem vividos me ensinou, é que tem mágica na vida, mesmo que contada em historias simplórias e lúdicas como essa).

Pense comigo, você gosta muito de coração colorido e melhor ainda quando te aquece e reluz. Esse coração não tem cor ainda, mas brilha e te faz sentir bem... okay!?! o que você faz!?! Pega seu lápis de cor, suas canetinhas, sua tinta-a-óleo, seu verniz, crayon, carvão... tudo que você tiver a mão, claro!!!! coloca-se a confortável, suave e gentil missão de pintá-lo, vão conversando, trocando opiniões sobre as cores e suas composições. Ele também colabora em seus retoques... Vocês são capazes de fazer um excelente trabalho juntos!!!!! Parabéns!!!!

Nesse momento você jura que ele nunca mais vai sair de perto... que fará tudo para ser melhor com ele.. Afinal ele e um pouco seu... e você um pouco dele... construíram-se juntos.

Alguns corações mais afortunados conseguem esse feito. Claro que com algumas reforminhas durante o percurso.. Afinal pinturas também gastam com o tempo... Outros, não conseguem ficar... você não entende mas, deixa ir. Caramba! O que é seu volta!!!! E você nunca vai entender isso, como um coração colorido e iluminado, querendo ficar, achou que não cabia, que não merecia aquele cantinho...

E é assim mesmo, a vida. Algumas vezes nos enganam, outras nós somos os vilões, outras vivemos e nos dedicamos a um sentimento (não a uma pessoa). É preciso esperança e a certeza de que fizemos nosso melhor. Mesmo que falte o '...tanto...' não perca a brisa, o brilho no olhar, o otimismo... de alguma forma ele ou ela sabe do seu sentimento, se não voltou, é porque não deu conta... mesmo que a ame muito, ou não!

E sempre... converse!!!!!!! (evita muitos 'probleminhas' e interferências maldosas)




Em tempo,
nem sei porque escrevi essas coisas...
Afinal o que quero é um coração colorido, capaz de amar-me e eu a ele... não sou perfeita, mas você também não é, só isso!!!

candidata-se!?!?!?!?!

bjkks


.


Luya Machado

Respeite a os direitos autorais citando a fonte!
Lembrem-se, pirataria intelectual é crime!

2 comentários:

ND disse...

...Pois! Essa história de Amor é mesmo uma distração. A única coisa que se sabe do Amor, é que ele uma cor: tom sobre tom! Affff....rsrsrrs

bjs
ND

...uma mulher... disse...

Amei!!!!

Affff......

rsrsrsrsrsrs