11 de set de 2009

DESVIRANDO ABÓBORA

(...)A vida tem sons
Que prá gente ouvir
Precisa aprender
A começar de novo
É como tocar
O mesmo violão
E nele compor
Uma nova canção...
Que fale de amor
Que faça chorar
Que toque mais forte
Esse meu coração...
Ah! Coração!
Se apronta prá recomeçar
Ah! Coração!
Esquece esse medo
De amar de novo(...)
.
.
.
.
.
a vida É um mantra!
só entende quem não teme repetir quantas vezes forem necessárias...
.
O recomeço... é contínuo!!!
(por mais ambíguo que possa parecer a 'primeira vista')
é muito legal receber as energias, os comentários, essa interação me motiva, me resgata... OBRIGADA!
LUYA

2 comentários:

NDORETTO disse...

Oi, querida,que delícia receber sua visita às minhas coisas!!! Amei ter ido no poesia rápida,amei!

bjs
Neuzita

NDORETTO disse...

Escrever é sempre um ato de entrega
permitir aos outros olhos uma leitura de si

bjs
ND